Enfim, a certidão!

Olá pipous, quanto tempo!!!!!!!!! Além da correria, meu note queimou e eu fiquei mais de um mês só com o celular, mesmo que eu quisesse, não daria pra vir contar as novidades pra vcs, rsrsrsrsss.

Estamos todos bem, nosso João cada dia maior e mais esperto, as meninas amando o irmão, a Fer mudou-se, foi morar com a Jé num apê prá lá de lindo, maas essas novidades conto num outro post, quero contar que finalmente depois de 119 dias, saiu a certidão do nosso guri!!

Dia 25 de outubro, uma chuva lascada e eu dirigindo, só João e eu e meu celular começa a tocar, por sorte estava aqui pelo bairro numa rua bem tranquila e consegui parar o carro e atender a ligação, era da VIJ e a moça pedindo pra irmos na vara assinar o mandado de expedição da certidão do João… eu perguntei se poderia ir sozinha e ela respondeu que não, então falei que no dia 27 era folga do Du e iríamos até a vara assim que deixássemos as meninas na escola e assim fizemos, maaaaaas eu jamais imaginaria que era para assinarmos a ciência do processo, o fim do processo, a adoção concretizada do nosso meninão!!!!!!!

Chegamos na vara e modéstia a parte, João chama a atenção em todo lugar, desta vez eu o levei sem o sling, li num grupo que quando vamos num lugar com pessoas conhecidas e com o bebê no sling, passamos a impressão de que não queremos que peguem nosso bebê no colo e eu não queria passar essa impressão lá… assim fomos, felizes e saltitantes, a analista juduciária se encantou pelo João e eu perguntei se ela queria pegar ele no colo, adivinhem a resposta? Ahahahahahahaha ela sumiu com ele, desfilou com ele e o levou pra nossa juíza tão querida, nosso anjo da guarda, Dra Lídia Munhoz Mattos Guedes, claro que eu gostaria de a encontrar de novo e lhe dar um abraço, mas não tinha como, sei que ela é ocupadíssima e não tinha marcado hora, fiquei feliz por ela ter visto nosso guri. Assinamos a papelada e junto tinha um mandado de expedição da certidão, ou seja, com aquele papel iríamos no cartório, no mesmo dia e mandaríamos cancelar a certidão antiga e pediríamos a emissão da nova certidão, aaaaaaaaaah que sensação… fomos até o cartório, ali no centro e achei que só pegaríamos a certidão outro dia, que nada, ficou pronta na hora!!!!!!!!

Na hora que a moça nos deu a certidão para conferirmos os dados, ela foi lendo tudo e eu me emocionei, chorei ao ouvir ela lendo nossos nomes, nosso menino finalmente era nosso de papel passado, não há palavras para definir este momento, este sentimento, este alívio, esta tonelada que sai dos nossos ombros com um simples papel!!!!! Nosso João, meu sonho, meu guri…

Tá aí o papel tão importante…

 

14853079_1148433085247301_4205056035398678143_o_li

 

 

 

Anúncios