Somos celebridades!!!!!!!!!

Oláaaaaaaaaa pipous, como estão? Entãooo eu não passei no exame prático do Detran, devolvendo o carro na baliza bati no protótipo, algo que eu nuncaaaaaaa havia feito na vida, nem quando fiz uma baliza pela primeira vez, então com a lerdeza e burocracia do Detran meu exame ficou só pro final de MAIO, pasmem 45 dias de espera!! Isso que cada reteste do prático custa 250 diumas aqui em Curitiba 😛

Na terça-feira passada a Sil fez exame do processamento auditivo central e minha suspeita foi confirmada, ela foi diagnosticada com DPAC, farei um post contando tudo que sei sobre esse distúrbio, mas adianto que o cérebro não processa direito as informações enviadas a ele, é como aquele comercial da Whyskas, lembram? Blá blá blá… Whyskas sachê! Confesso que fiquei bem confusa com o laudo, por um lado minha suspeita seria confirmada e não é tãoooooo grave assim mas comprovaria a deficiência da minha filha e por outro lado, se fosse negativo, eu não saberia o que fazer ou como agir, já que temia algo muito mais sério, então quando li o laudo fiquei sem chão, não demonstrei prá ninguém, mas por dentro eu estava em frangalhos por saber que existe uma dificuldade real e que sou impotente pra ajudar, que não depende de mim pra ela superar, melhorar ou vencer isso, é complicado. Mas como sempre minha amiga Ellen tá presente e me ajudando, já indicou terapeutas e fonos pra começarmos logo o tratamento, que leva em média dois anos dependendo da gravidade do DPAC. 

Agora vamos aos babados de luxooooooo!!! Um belo dia, eu estava passeando, xeretando e observando meu face e recebo uma solicitação de amizade, simpatizei com a foto da moça e aceitei, assim que cliquei em sim apareceu uma mensagem dela prá mim, dizendo que tinha visto meu blog e que queria saber se eu não gostaria de contar nossa história de adoção, eu adoooooooooooro contar tudo e disse que sim, fomos conversando e ela me contou que nós seríamos parte de um comercial homenageando as mães do Brasil e eu fiquei bem doidinha, aí ela perguntou se viajamos até Natal de avião e se a viagem tinha sido boa e se eu lembrava que cia aérea tínhamos viajado e eu disse que fomos de Gol, ela respondeu que era perfeitamente isso que o cliente dela queria, que fosse uma história que os protagonistas tivessem viajado com a Gol!!! Uaaaaaaaaaaau eu me senti no céu, celebridade por um dia… ela anotou meus telefones e ficou de me ligar prá dar o parecer sobre a nossa história do pessoal da Gol, dois dias depois ela liga e disse que o pessoal tinha amado e que seríamos nós que faríamos parte de um projeto lindo em homenagem ao dia das mães… gritei e pulei feito criança, adooooooooooooooooro essas coisas de contar, ajudar, participar, fazer… Du ficou empolgado e a Fer mais ainda, toda hora perguntava se eles tinham entrado em contato de novo. Os roteiristas queriam gravar nosso cotidiano, queriam que algumas cenas fossem aqui em casa, então marcamos pra terça-feira ás 13h. Como a Sil tinha exame ás 9h daria tempo de comermos algo na rua e voltar correndo pra esperá-los aqui, ás 13:30 chegou uma van e desceu um, dois, três… 8 pessoas da equipe, entre roteiristas, diretora de criação, o moço do som, da luz, a moça das fotos, noooooooooooooossa um catatau de gente, como minha casa é enoooooorme(mentira) vocês imaginam como foi gravar aqui em casa. 

Fomos tratados com muito carinho, paciência, as meninas ficaram encantadas com todos, pois elas foram o centro das atenções e todos as paparicaram muito. Ficamos gravando aqui em casa até mais ou menos 16:30 e fomos pro aeroporto, fizemos algumas cenas lá e até embarcamos num avião, tudo perfeito e maravilhoso, puro glamour, eu amei e amei e amei fazer parte de tudo isso.

Deixo registrado aqui nosso agredecimento e carinho á todos da equipe, não lembro o nome de todos, então não vou falar dos que lembro pra não ser injusta, mas muito obrigada pelo trabalho lindo e esclarecedor que vocês fizeram, muito obrigada por nos deixar contar nossa história de amor, muito obrigada por terem nos deixado tão á vontade, muito obrigada!!! Nos perdoem, pois ficamos tão eufóricos que nem um café oferecemos á vocês, mas quando quiserem voltar sem trabalhar, serão bem vindos e farei uma mesa de quitutes, regada com um bom papo!

Obrigada a Gol Linhas Aéreas que nos escolheu e aceitou como parte de uma linda e maravilhosa homenagem á todas as mães do Brasil, sejam elas de coração, de sangue, de alma… muito obrigada!!

Seguem os links do comercial, espero que gostem e compartilhem, pois foi feito com muito amor, por todos nós…um beijo de celebridade prá vcs!!! =D

Ah, eu já vi um zilhão de vezes os vídeos e me emociono toda vez 🙂

Anúncios

Última noite de curso, mais um degrau conquistado!

Hoje foi a última noite do curso, graças a Deus mais uma etapa vencida.Quero deixar duas dicas importantíssimas aqui… Primeira: Siga seu coração, converse, compartilhe seu desejo em adotar, coloque tudo na balança e tenha a certeza que você está preparado e que é isso que você e seu par querem, digo isso porque é muito lindo falar em adoção, tem todo aquele blá blá blá que é um ato de amor. Adotar uma criança, um bebê, um adolescente é um ato de amor incondicional, um amor puro e livre de preconceitos e incertezas, o verdadeiro amor! No calor da emoção, todos querem fazer bonito dizendo que aceitam crianças negras, com autismo, down, com patologias severas, dificuldades motoras, mas na realidade não é bem assim que acontece, caso contrário não haveriam tantas crianças abandonadas ou devolvidas aos abrigos. Não estou generalizando, apenas alguns casais querem apressar o processo e sair desfilando perante a sociedade com seus lindos, brancos e perfeitos filhos pelo shopping. Quando você se dispoe a adotar, você nunca vai perguntar prá um pai adotivo se ele já pensou em devolver o filho na primeira dificuldade que apareceu, você não pergunta prá assistente social se você aceitar uma criança com HIV, vai passar na frente das outras pessoas que estão na fila. Você simplesmente faz o que é preciso, arruma tudo, planeja, sonha, ama uma pessoa que você nem sabe como é e se emociona ao imaginar como será o primeiro encontro. Segunda dica: Pelo amor de Deus, se informe! Entre de cabeça no assunto, leia tudo que puder, debata, participe dos grupos de apoio, hoje em dia tudo é tão acessível que só é desinformado quem quer, devore o que puder de informações, prá depois não chegar no curso e ficar perguntando se depois que você concluir o mesmo já vai conhecer seu filho, ou então achar que porque uma amiga da vizinha da mãe da sua sogra disse que adotou em dois dias e você quer que o seu processo seja assim também, não assine atestado de alienado, não faça perguntas sem sentido… ninguém nasce sabendo, mas um pouco de informação não mata ninguém, pelo contrário! Tem tanto material autêntico na internet, livros, tantas pessoas dispostas a ajudar, tanto adotantes quanto advogados, psicólogos e assistentes sociais, portanto se você leu até aqui, sentiu aquele desejo, aquele calor no coração e está disposto a amar verdadeiramente, a se doar, a dar amor, receber amor e chamar uma criança de filho (a), corra, vá na reunião informativa da VIJ e seja feliz!!! Aposto que você ainda vai me contar sua história de amor!!